Vigilância sanitária 6 dicas para seu estabelecimento se adequar as normas

Vigilância sanitária: 6 dicas para seu estabelecimento se adequar as normas

Vigilância Sanitária tem o objetivo de zelar pela saúde das pessoas através de ações que buscam eliminar ou prevenir riscos à saúde. Por isso, os agentes públicos da Vigilância Sanitária fiscalizam estabelecimentos e os autuam em caso de irregularidade, baseando-se nas normas e regulamentos determinados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

De acordo com a Secretária Municipal da Saúde do Governo do Estado de São Paulo, as estratégias de ação da Vigilância Sanitária envolvem a regulamentação dos procedimentos de serviços e produtos de interesse da saúde, a articulação e Integração com diversos órgãos que atuam direta ou indiretamente com a saúde e a fiscalização de estabelecimentos e equipamentos.

A seguir, confira seis dicas para sua empresa se adequar as normas da Vigilância Sanitária. 

Mantenha os produtos de limpeza longe dos alimentos

O armazenamento de produtos de limpeza deve ser isolado dos alimentícios, porque sabão, desinfetantes e água sanitária podem contaminar alimentos se forem manter no mesmo local. E o consumo desses alimentos, por sua vez, pode gerar doenças como intoxicação estafilocócica, clostridiose e botulismo, entre outras.

Além do armazenamento correto dos produtos, outras formas de prevenir essas doenças são:

  • não tocar em alimentos quando tiver com tosse ou ferimentos nas mãos;
  • não consumir alimentos cuja lata esteja enferrujada ou amassada.

Mantenha alimentos perecíveis sob refrigeração

Os alimentos perecíveis apresentam condições favoráveis à multiplicação de microrganismos, e devem ser mantidos sob refrigeração abaixo de 5°C. No caso de cozidos quentes, é recomendável mantê-los acima de 60°C.

A temperatura de refrigeração retarda a possibilidade dos microrganismos se multiplicarem. A maior parte deles se ´prolifera em alimentos mantidos na zona de temperatura perigosa, que é entre 5°C e 60°C.

Por fim, ao efetuar uma compra de alimentos perecíveis, organize-se para que o tempo entre a aquisição e o armazenamento dos produtos não ultrapasse duas horas.

Fique de olho na saúde dos manipulares de alimentos

Além de estar com as mãos limpas e unhas cortadas, todos os funcionários devem realizar exames de saúde periódicos. Não permita a manipulação de alimentos por pessoas com lesões cutâneas, doenças contagiosas e infecções pulmonares.

Para evitar a contaminação de alimentos, esses trabalhadores devem ser deslocados para outras funções até que obtenham o tratamento médico necessário.

Utilize somente água potável na manipulação dos alimentos

Uma das exigências da ANVISA é de que seja utilizada somente água potável na manipulação dos alimentos. Inclusive o gelo usado em alimentos deve ser feito com água potável.

Atente-se aos uniformes dos funcionários

Além de transmitir harmonia e organização, o uso adequado de uniformes tem outras funções. A touca, por exemplo, serve para não contaminar os alimentos pelo cabelo ou suor.

Além da touca, os manipuladores de alimentos devem usar uniformes completos de cores claras e calçados fechados. As calças e blusas devem ser confortáveis de modo a permitir os movimentos necessários durante a realização de suas atividades.

Quando a atividade exigir o uso de água, devem ser utilizados aventais de borracha. Quando não, eles podem ser de tecido. O uniforme pode acumular sujeira e micróbios patogênicos e contaminar alimentos. Por isso, deve estar ser trocado diariamente visando e estar sempre limpo e bem conservado.

Mantenha iluminação e ventilação adequadas

A falta de dedetização pode ocasionar a proliferação de insetos e bactérias. Já pensou um cliente entrar em seu estabelecimento e dar de cara com pombos ou baratas? Para evitar que isso aconteça, efetue a dedetização a cada semestre no seu estabelecimento comercial com uma empresa especializada.

E então, você já pratica essas dicas ou está pronto para colocá-las em prática? Deixe-nos um comentário, e aproveite para ler mais sobre manter um estabelecimento limpo e organizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *